Ana valoriza o folclore

22/08/2011 21:09

 Como as longas mantas de retalhos coloridos, tecidas pelo artista sergipano Bispo do Rosário, as mais de 114 manifestações folclóricas do Estado representam um valioso tesouro cultural de Sergipe, em sua diversidade e imensidão. Nesta data especial, o Mandato Democrático Popular da deputada Ana Lúcia (PT) realiza, desde as 8h de hoje, o cortejo folclórico pelo Centro de Aracaju, saindo da praça Olímpio Campos rumo ao Calçadão da João Pessoa. O ato é uma forma de convidar a população a conhecer um pouco mais do folclore sergipano ao celebrar esta importante data de valorização à cultura tradicional popular.

 

Oficinas do Mandato impulsionam cultura popular

 

O Mandato Democrático Popular da deputada Ana Lúcia tem parte nesta grande festa, pois ao longo de sete anos vem promovendo a cultura popular através de oficinas culturais de dança e percussão, que deram origem a grupos consolidados. Confira este trabalho.

 

TAMBORES DA ESPERANÇA

 

Um grupo de 35 jovens do município de Estância, comunidade de Bomfim, realiza apresentações musicais e dançantes há sete anos, a partir das oficinas culturais promovidas pelo Mandato Democrático Popular da deputada Ana Lúcia. O trabalho resulta de um resgate cultural e estudo das manifestações populares que engloba ritmos folclóricos de Sergipe e de outros estados, como o Maracatu do Maranhão, por exemplo. Os meninos foram introduzidos conhecendo a comunidade da Mussuca onde vivenciaram experiências rítmicas e o aprendizado com o Samba de Pareia de Dona Nadir.

 

TAMBORES DA ALDEIA

 

Com mesma formação do Mandato, afinada pela experiência da cultura popular e do folclore, 40 jovens da cidade de Tomar do Geru também já estão realizando apresentações de música e dança há 4 anos.

 

REISADO DE PORTEIRAS

 

Catadoras de Mangaba do povoado Porteiras, no município de Japaratuba, estão resgatando o antigo Reisado da região, fundado por Dona Bernadete, e que há 14 anos se acabou. Através das Oficinas Culturais o Mandato Democrático da Deputada Ana Lúcia tem subsidiado o ressurgimento desta tradição cultural. 

IDENTIDADE QUILOMBOLA

O Mandato também promove o Curso de Identidade Cultural para Comunidades Quilombolas de Sergipe. Através dos cursos, jovens têm aulas de dança afro-brasileira e introdução à arte africana, e são um início de conversa para um debate mais profundo étnico e cultural. A reflexão sobre temas sociais como cabelo, roupa e aspectos culturais também faz parte da formação.

 

Fonte: www.universo político.com.br

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!